Sunday, March 18, 2007

E ela cresceu, cresceu, cresceu...




Bem, desde a última vez que cá estive cresci muito!! (por isso não tenho podido vir cá, porque ocupo todo o meu tempo livre a comer...). Cresci tanto que descobri que: há partes do meu corpo que já não avisto (tirando as que já antes não conseguia ver...), de cada vez que tenho os atacadores desapertados entro em desespero e inicio uma série de posições estranhas para amarrá-los; quando há dias ia cumprimentar uma amiga grávida, não conseguimos chegar à face uma da outra; não consigo lavar a loiça sem me molhar toda, nem consigo tomar banho sentada na banheira (o banho consigo tomar, mas depois não consigo é "içar-me"!).

5 comments:

lenca said...

Eu diria que não conseguir lavar a loiça é um não problema!

Ana Téjo said...

Catarina,

Que notícia boa! passei tanto tempo sem aparece, que nem sabia que o Martin ia ganhar companhia.
Como é bom, né?
É nessas horas que a gente tem certeza: impressionante como a gravidez dos outros passa rápido!

catarina said...

Pois é! Não é só a dos outros que passa rápido, para mim também está a passar bem depressa! Já está quase!

Joana said...

LOL! Do melhor, mas tens boa solução, fecha a boca e para de comer; usa sabrinhas e sapatos sem atacadores que até está na moda (nunca ouves tua irmã); cumprimenta amigas grávidas com aperto de mão (tens que ser prática); manda o marido lavar a loiça, não lhe faz nenhum!!! e por fim, a unica solução é não tomares banho! :)

Emilia said...

Que conselhos avisados te dá tua irmã! O último é que é um bocadinho estapafúrdio, loool.
Apesar dessas pequenas dificuldades, a verdade é que a maternidade não impediu que continuasses elegante,desembaraçada,trabalhadora e organizada.