Monday, July 03, 2006

Igualdade...


Imaginem a cena doméstica: Ana (nome fictício) interrompe a reunião com o chefe, dizendo que tem mesmo de saír, pois a creche do seu filho fecha às 6:30... sai a correr até o carro, enfrenta a cidade em hora de ponta, leva a criança até o carro e "buáááá!!" (criança não quer entrar no carro, não quer por o cinto, etc.), vai pelo caminho a cantar o "atirei o pau ao gato", para que a criança não fique aborrecida. Pára no supermercado, pois falta leite para o pequeno-almoço (birras parte dois, porque criança não quer ir no carrinho, não quer ir ao colo, não quer ir a pé... nova birra porque quer chocolates, quer brinquedos, quer atirar coisas para o chão.) Guarda compras no carro, leva criança a arrumar o carrinho de supermercado (nova birra, porque criança não quer sair do carrinho de supermercado). Chega a casa e faz jantar enquanto brinca aos cow-boys, põe loiça da véspera na máquina, dá banho à criança (tudo isto acompanhado de constantes ameças "Não mexe! Não põe na boca! Não abre! Não molha o chão!). Quando o banho acaba, criança corre nua pela casa, porque não se quer vestir. Veste-se. Contente com a limpeza, faz cocó na fralda. Chora. Não quer mudar a fralda. Jantar. Criança chora novamente: não quer sentar-se na cadeira, não quer sopa, quer colher que tem boneco, quer brinquedo. Atira arroz para o chão, cospe a sopa, derrama água. Acaba o jantar. Juntou-se 4 pratos, 3 colheres 10 brinquedos, 3 panelas, tudo no lava-loiça... Mãe e criança fazem acordo: um pouquinho de televisão enquanto mãe põe pijama e tira sapatos...

José (nome fictício) entra em casa. Sorri ao ver mãe e filho sentados no sofá e afirma que criança está tão sossegada hoje! Ana pergunta: "vais deitá-lo?". José responde convicto: "sim, mas vamos dividir tarefas: tu vais vestir-lhe o pijama, depois eu vou deitá-lo...".

Moral da história: é tão bom quando os casais dividem as tarefas!!

6 comments:

lenca said...

Ui e queres melhor programinha para...digamos uma 6ª? É que depois o josé ainda poderá alegar que tem que ir tomar um copo para descomprimir...

Ao ler textos como este lembro-me que és a minha ídola (pensamento que me passa em pouco tempo...:))

Joana said...

Ta lindo!! E eu ja assisti a essa cena muitas vezes! Vestir o muido depois do banho é uma aventura, para que ando eu no ginásio! 7 banhos por semana tavam lá para o meu físico!
Melhor é quando José chega a casa e resolve brincar com pequeno e po-lo de cabeça o ar etc. a criança ai não quer dormir tão cedo!!!
Mas diz lá que com aquele biberon de leitinho da noite em que pequenino bebe de seguida e depois diz "já tá" não compensa tudo o resto? :)

Emilia said...

Vida de Josés é bem mais fácil que vida de Marias!...Mas tb perdem tantos momentos compensadores e divertidos :(

Ju... said...

Es-pe-ta-cu-lar! É exatamente assim, sem tirar nem pôr.
Vovó já dizia que "para vertir uma criança, é melhor segurar o botão e esperar a casa passar na frente!"
Beijo,

catarina said...

bem, adorei os comentários, mas, como imaginam, não faço ideia de quem é o José e a Ana... Ainda bem que aqui em casa é tudo bem diferente... :)

Cláudia said...

Melhor ainda é que, no trabalho, quando a mãe diz que tem de sair às 6h30 pra pegar o filho na creche, já olham pra ela com cara de "essa é pouco compromissada com o trabalho".
Mas se for o pai, todo mundo se desmancha em sorrisos e pensa "nossa, que paizão!".