Tuesday, January 02, 2007

O trauma dos casalinho


Ainda grávida do segundo, toda a gente já me pergunta quando "vou à menina". Até o médico já me perguntou por duas vezes se para o ano estou lá outra vez... quando anuncio que é mais um rapaz, olham-me com pena e dizem "talvez para a próxima venha a menina..." ou "ainda é nova... ainda vai à menina...", ou queixam-se de falta de pontaria... Porque é que há esta ideia generalizada que um casalinho seria o ideal? Para essas pessoas, aqui vai uma lista de beneficios em ser a única mulher da casa:
- Nunca terei de comprar uma saia da Floribela (nem vernizes pirosos, colares de plástico e outros acessórios igualmente irritantes)
- Há coisas nesta casa que só eu tenho (brincos, tampões, verniz, baton, 1001 cremes para o cabelo, cera depilatória, acessórios para o cabelo, pijamas com a "Hello Kitty"... ou seja, a casa de banho é prácticamente minha!)
- Ninguém vai cobiçar a minha roupa, partir os saltos dos meus sapatos, etc.
- Posso gritar quando vir uma barata, que vêm os meus heróis orgulhosos por salvar uma dama em apuros
- Não preciso desenvolver a minha capacidades para fazer coisas tipicamente masculinas, porque alguém há-de fazê-las por mim (arranjar canos e fios de elecricidade, ver mapas, ver o ar dos peneus, etc.)
- A roupa condiz sempre e só preciso de comprar meias e sapatos azuis e castanhos
- Durmo com três homens na cama...

4 comments:

lenca said...

São, de facto, muitos benefício ;-)...
Mas sabes Cat, acho que muitas vezes as pessoas dizem isso para fazer conversa, porque não lhes ocorre nada melhor que dizer. Querem sempre perguntar algo e essa tá logo ali, debaixo da língua...

Segredos da Esfinge said...

Catarina,
Mas menininhas são umas belezinhas,, eu tenho uma boneca de 10 anos e que já usa minhas maquiagens, veste minhas saias, usa meus cremes, adora meus brincos, quer meus perfumes, usa meus batons, chora nos filmes românticos, já tem sutiãzinhos e pijaminhas cheios de coração.
Sabe que eu tenho uma AMIGA ESPECIAL, que teve duas bonequinhas também, eu bem que vou perguntar para ela como foi a disputa de território. Acho que você conhece, é a minha bonequinha Emilia....
(Adoro sua mãe).
Beijinhos e parabéns pelos filhotinhos.

catarina said...

Pois é, as meninas também são muito engraçadas, mas ainda estou na fase de habituar-me à ideia de ter a casa cheia de homens... (a racionalização é um mecanismo muito eficaz... se fossem duas meninas, talvez eu estivesse a fazer o inverso...)

Blanche said...

Ser a única mulher?! :) Parece-me lindamente, e ainda mais por seres uma mulher indispensável para os demais... homens! :) Parabéns pelos teus meninos, Catarina!