Wednesday, April 19, 2006

Já não se pode com IV...

....aqueles que querem agradar a todos, os que vulgarmente dizemos que "querem agradar a gregos e a troianos".

Para o caso de nunca se terem debruçado sobre o assunto eu partilho a minha visão: é impossível!! E, para além de impossível é quase sempre causador de discussões porque, esses "agradadores" acabam por causar as maiores confusões quando, a cada momento e a cada pessoa que lhes aparece à frente, acenam que sim com a cabeça dizendo "pois, está claro...!". Só que este, "pois, está claro" refere-se às várias versões de uma mesma história onde, regra geral, o único elemento comum é o dito "agradador" que acenando com a cabeça e, ocasionalmente, encolhendo os ombros, acede com esse "pois, está claro" a todos os protestos do seu interlocutor. E utilizo "seu" no singular porque normalmente o interlocutor é uma só pessoa, caso contrário, ficaria ainda mais difícil para o "agradador" conseguir concordar com tudo o que é dito.
Bom, mas dizia eu que estes "agradadores" normalmente conseguem causar ainda mais confusão do que aquela que estão a "tentar" resolver porque, ao dizerem que sim a todos não estão a ajudar a resolver a questão, nem a encontrar soluções estão, simplesmente a tentar não tomar posição para não ficarem de mal com nenhum dos interlocutores. Chegamos então à espécie dos "agradadores sem costas" que são os que tentam nunca ficar de costas voltadas para ninguém porque na verdade temem que, num virar de costas fiquem mais vulneráveis à crítica que eles mesmos fazem quando têm oportunidade.
Não compreendo porque é que estas pessoas têm medo de chegar-se à frente com um "não concordo" a um dos seus interlocutores. Vá lá, se tentarem ser apaziguadores que comecem a frase com qualquer coisa mais suave como "vê lá que se calhar a história em vez de verde também pode ser analisada com uma ligeira tonalidade de azul....". Mas não, têm sempre que acenar a cabeça que sim, terminando frases sem sentido nenhum com um "pois, claro".
Mas a cereja oferecida por estes "agradadores (obssessivos) sem costas" é mesmo a expressão do "tem tão mau feitio, que insuportável" quando encontram alguém que diz "não concordo". É que "é um conflito completamente desnecssário" dizem os agradadores por entre dentes com um trejeito assim de lado para não correrem o risco de ser ouvidos por mais de um interlocutor. Isso não.

2 comments:

olho de fogo said...

Ou poderíamos dizer "estar a bem com Deus e com o Diabo", um posicionamento muito madeirense...

CatCortez said...

A prometida lenta leitura deste blog tem sido um deleite... em primeiríssimo lugar porque a sua autora é minha amiga do peito e em secundíssimo porque os temas são deliciosamente abordados com inteligência e ironia q.b. Quando te disse que um qualquer dia me atreveria a arriscar umas palavras sobre um qualquer tema confesso que nunca pensei resistir tão pouco... é que o "Já não se pode IV" sobre aqueles que tentam agradar a gregos, troianos, israelitas e palestinianos está perfeito! Sei de quem falas e fiquei agora a saber o quanto sabes do que falas... irrepreensível! A sapiência da cerejinha do mau feitio então... está de gritos! Aquele Bin Laden tem cá um mau feitio! Continua amiga